Uma Boa Mentira.

Recentemente esse filme foi muito indicado nos blogs que destacam esses filmes mais independentes. O fato de ter participado do Festival Internacional de Toronto e de Reese Whiterson ter sido indicada ao Oscar com certeza ajudaram a colocar o filme no radar.

O filme conta a saga real de cinco irmãos sudaneses que vagam pelo deserto atrás de abrigo após sua tribo ser dizimada por uma das milícias que guerreava no sul do Sudão.boa mentira2

O primeiro ato do filme é mais um “road movie” no árido território africano. Para sobreviverem as, então, crianças devem percorrer mais de mil quilômetros. Enfrentando animais selvagens e se escondendo de guerrilheiros assassinos. A segunda parte é esses irmãos adaptando-se no USA.

É nesse interlúdio que acontece a cena que daria origem ao nome do filme. O irmão mais velho, para proteger a vida dos menores, se entrega para os guerrilheiros ao mentir sobre o paradeiro dos menores. Ao final do filme, um dos irmãos que fora salvo pelo primogênito, retribui o salvamento através de uma “boa mentira”.

Interessante notar é que a mentira, em ambos os casos, salvara uma vida. Então vidas podem ser salvas com uma mentira? Nesse caso, sim. O filme é baseado em fatos reais e cinco vidas foram salvas com duas mentiras.

Quando eu falo de mentira não estou falando em omissão. Quero deixar isso bem claro. Para isso, vamos determinar o que é mentira e omissão. Mentira é quando dizemos “A” sendo que na verdade é “B”. Omissão é quando escondemos o “A” e o “B”.

Muitas pessoas mentem. Metem por prazer, mentem por vantagens, metem por necessidade. Os dois primeiros casos são consenso de que é errado. Mas e o terceiro caso? E se esse caso for para proteger alguém que amamos, alguém por quem zelamos? E se esse caso for para proteger nosso amado de se decepcionar, para que nossa mãe não sofra ou para ajudar um amigo?THE GOOD LIE

O nono mandamento diz para “não levantarmos falso testemunho contra o teu próximo”, mas e se não for contra o próximo? Na bíblia você encontrará vários versículos que são taxativos em relação a mentira. Diz que Deus abomina e odeia a mentira (Prov 12:22), que ficarão de fora do céu os mentirosos (Apoc 22:15, Sal 107:07), e que os mentirosos são filhos de Satanás (João 8:44). Podemos lembrar também que as histórias bíblicas que houveram mentiras elas foram condenadas e lembradas como um infortuno. Fica claro que na história de Abraão, uma das mentiras mais lembradas da bíblia, foi uma mentira de interesse próprio. Ele estava com medo e mentiu em relação a sua esposa para o Faraó.

Mas enquanto as “boas mentiras”, será que não há? Será que sempre é condenável? Será que você como cristão, colocado em uma situação de vida ou morte, escolherá pela verdade ou contará uma “boa mentira” para salvar a pele de um familiar? E se você escolher contar essa mentira, você será um desafortunado (Prov 21:6) por tal ato?

Comente ai!

Leonardo Agrelos
Se acha um host, mas não sabe houstear. Se acha um podcaster, mas tem a linguá presa. Se acha um nerd, mas nunca terminou de ler O Senhor dos Anéis. Se acha um escritor, mas sempre procura no Google como se escreve impeachment. Entre tantos achismos uma certeza, a de que tem que melhorar como pessoa para parecer menos com um babaca.
http://www.pupilasembrasas.com.br
Top