Tema de redação do Enem 2015 gera polêmica nas redes sociais

redacaoComo alguns sabem, sou o mais novo participante do site e por esse motivo fiz o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) desse ano. Não vim aqui dizer sobre as dificuldades ou qualquer outro detalhe da minha prova, mas me senti incomodado e motivado a comentar sobre um movimento virtual que se seguiu à prova.

Muitos participantes não ficaram satisfeitos com o tema da redação desse ano: “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”. Esses foram os textos motivadores desse ano. O problema não é não ficar satisfeito, mas, além de escrever bobagens na redação pela falta de imparcialidade durante o exame, alguns foram até a internet e publicaram comentários machistas, e até algumas postagens violentas foram vistas por aí.

26114321655178É realmente uma pena que vejamos em nossos jovens tamanha falta de sabedoria. Alguns acusaram a Deus, outros afirmaram que os homens são superiores, outros defenderam com unhas e dentes o feminismo. E do que adiantou tudo isso? Para o que serviu um monte de jovens despejando suas indignações com um tema de redação? Apenas pra exacerbar suas faltas de conhecimento do mundo. Imagens como essas encheram não só a mim, mas a maioria da sociedade de indignação.

Homens, mulheres, crianças, idosos, negros, brancos. A única diferença é o que está por fora e o que a mente manda a boca dizer. Somos todos iguais e coexistentes. Sabemos desde os primórdios que “Não é bom que o homem esteja só” (Gênesis 2:18) e que devemos respeitar os outros amando o “próximo como a si mesmo”(Marcos 12:33). Me senti totalmente surpreso ao perceber que um tema de redação fosse capaz de fazer aflorar pensamentos tão vergonhosos de mentes tão jovens. Gostaria que essas mentes vissem que amar o próximo e respeitar não é por uma pessoa, classe, cor ou raça “em seu devido lugar”, mas se por em tal lugar.

| É realmente uma pena que vejamos em nossos jovens tamanha falta de sabedoria.

Gosto de lembrar do momento em que um homem se humilhou na frente de outros homens e se fez o maior dentre eles por esse ato (João 13:13-17). Esse gesto nos mostra que a humildade é bem melhor do que o orgulho demonstrado na rede durante os últimos dias. Que atos humildes nos sirvam de lições para que saibamos como agir diante de temas “polêmicos” como o que vimos no último final de semana. Todos merecem respeito e o fim da violência. Tanto mulheres como homens, tanto negros quanto brancos, tanto humanos quanto animais e a natureza.

A humildade e o amor devem ser as leis dos homens.

 

Leonardo Agrelos
Se acha um host, mas não sabe houstear. Se acha um podcaster, mas tem a linguá presa. Se acha um nerd, mas nunca terminou de ler O Senhor dos Anéis. Se acha um escritor, mas sempre procura no Google como se escreve impeachment. Entre tantos achismos uma certeza, a de que tem que melhorar como pessoa para parecer menos com um babaca.
http://www.pupilasembrasas.com.br
Top