Perdido em Marte – Lutando contra a Morte

Em época de Oscar a correria aumenta para ver os indicados. Ainda mais quando eles já saíram do cinema.

marteVendo Perdido em Marte, que é um filme surpreendente – ainda mais pelo fato de ter sido dirigido por Ridley Scott (Blade Runner, Gladiador) que já não é tão genial como era antes – e muito emocionante, percebi a loucura do querer viver, o empenho de não morrer e a lutar por sobreviver a algo agressivo, feroz e sem clemência.

O filme conta a história do astronauta Mark Watney (Matt Damon) que devido a um acidente foi deixado para trás em Marte. Se não bastasse isso, sua tripulação não pode resgatá-lo por não ter recursos suficientes e ele não tem muito tempo de vida em Marte porque sua comida está acabando. Seu fim parece óbvio: Morte! Mesmo assim, Mark decide prorrogar viver, mesmo as chances sendo desfavoráveis.

Apesar das condições, o filme é aquele tipo de filme alto astral. A forma que o astronauta abandonado lida com as situações são bem-humoradas e inspiradoras. A jeito de enfrentar a morte óbvia com bom humor é algo, por exemplo, que eu nunca entendi em pessoas que enfrentam uma doença terminal. Eu sempre penso assim, “ei, por que você está aí sorrindo, sua quimioterapia é amanhã! Amanhã nesse horário você estará vomitando todos os fluidos do seu corpo e você fica aí dando risada, sorrindo para mim. Por quê? ”

| É estranho pensar na vitória quando a derrota parece certa.

É estranho pensar na vitória quando a derrota parece certa. Parece ingenuidade, parece ilusão, mas para que passa por isso, parece um desafio, uma prova, onde não foi preparada para isso, mas está disposta a tirar um dez. Essa luta, essa coragem, essas pessoas destemidas são as que realmente inspiram. Pessoas que darão tudo de si pela vida, onde, às vezes, a única arma que elas têm é a alegria de querer viver. Isso inspira, seja em Marte ou seja em um hospital.

Leonardo Agrelos
Se acha um host, mas não sabe houstear. Se acha um podcaster, mas tem a linguá presa. Se acha um nerd, mas nunca terminou de ler O Senhor dos Anéis. Se acha um escritor, mas sempre procura no Google como se escreve impeachment. Entre tantos achismos uma certeza, a de que tem que melhorar como pessoa para parecer menos com um babaca.
http://www.pupilasembrasas.com.br
Top