[CINEMA] Batman vs Superman – A Origem da Justiça

AVISO: ESTA CRÍTICA CONTÉM SPOILERS DO FILME. SÓ LEIA SE VOCÊ JÁ ASSISTIU.

01Finalmente a profecia de Eu Sou a Lenda se cumpriu! O filme de 2007, com Will Smith, se passava num mundo pós-apocalíptico onde, num dado momento, é possível ver um outdoor com um suposto filme com o Batman e o Superman juntos. Na época ninguém via isso como uma possibilidade. Tinhamos acabado de ver Superman Returns, reconhecido pela maioria como um filme fraco, e também já tínhamos Batman Begins, com Christopher Nolan nos dando uma versão fantástica do Morcego de Gotham.

Porém a Warner acreditou em Zack Snyder e o colocou a cargo deste projeto gigante. À sombra da concorrente Marvel, com seu expansivo Universo Cinemático de bilheterias bilhonárias, a DC decidiu tentar o mesmo feito, iniciando em 2013 com Superman: Homem de Aço. Já sob o comando de Snyder, que já era conhecido por adaptar com considerável sucesso (e muito Slow Motion) obras dos consagradas quadrinhos como Watchmen e 300. O filme de estreia teve críticas divididas, com muitos fãs descontentes com a visão de Snyder do Azulão, que realmente é diferente dos quadrinhos.

 

O Mundo Após a Morte de Zod

Batman vs Superman – A Origem da Justiça (Batman Vs Superman: Dawn of Justice, EUA, 2015) lida com a repercussão gerada pelos incidentes de Homem de Aço. No longa, o mundo inteiro começa a se incomodar com o fato de ter um ser de poder inigualável entre os seres humanos, e suas ações não poderem ser controladas ou julgadas. Mas duas pessoas em específico estão bem mais incomodadas que a maioria: Bruce Wayne e Lex Luthor.

 

| Talvez se a DC tivesse copiado só um pouco a simplicidade dos enredos da Marvel nos cinemas, o filme tivesse sido mais agradável, menos cansativo.

 

Wayne se ressente do Superman pelos danos à inocentes pegos no meio da batalha contra Zod no filme de 2013. Já Luthor aparentemente teme que um ser com tamanho poder possa se tornar um tirano, e sua solução é simplesmente matar esse ser. O filme mostra, ou pelo menos tenta mostrar, esse conflito entre forças e pontos de vista. Em partes ele consegue. Em partes não.

 

Super-Heróis de Snyder

O filme tem sofrido com as críticas especializadas; os envolvidos já estão se defendendo, dizendo que o que foi retratado é a visão de Snyder desses heróis – uma contextualização de personagens criados à quase 100 anos atrás. A minha opinião, não sendo um especialista, mas apenas um pequeno nerd que cresceu lendo e assistindo esses personagens, é que o diretor mudou certos pontos que me incomodam.

Em busca de retratar um mundo de heróis mais factível com o nosso mundo, Nolan teve muito mais sucesso que Snyder. O primeiro conseguiu a façanha de adaptar o Batman de Frank Miller, Danny O’Neil e Jeph Loeb fielmente para as telas do século 21. Já Zack ignora pontos vitais para a caracterização do Morcego, como sua regra de ouro de nunca matar.

4

Mas Então… O Filme Deu Certo ou Não?

No âmbito geral, o filme também peca por querer ter muitos plots e todos eles serem corridos demais, chegando a ser desconexos. Talvez se a DC tivesse copiado só um pouco a simplicidade dos enredos da Marvel nos cinemas, o filme tivesse sido mais agradável, menos cansativo e não teria 2 horas e 40 minutos.

Mas não pense que o filme é uma bomba, ok? O filme é bom em muitas partes também. A trilha sonora é impecável, com Hans Zimmer em parceria com Junkie XL. As cenas de ação finais são muito empolgantes e bem construídas; te deixam colado na cadeira. Isso em parte acontece pela inserção de uma personagem que rouba a cena no filme, a Mulher Maravilha. A Diana Prince de Gal Gadot tem poucas inserções, mas são precisas e mostram uma amazona muito mais bem caracterizada que os dois figurões que dão nome ao filme.

Claro que temos diversas menções à continuidade desse universo nos cinemas. Chega a ser até meio chato, tipo, “ok, já entendi que vai ter filme da Liga da Justiça“. Mas achei promissoras as pequenas amostras do Cyborg, Flash e Aquaman. Inclusive o Flash tem uma inserção a mais, no que parece ser uma mensagem do futuro para o Batman, bem característico das histórias do velocista.

Tendo coisa boas e coisas não tão boas, Batman vs Superman merece ser visto, até porque as conclusões devem ser tiradas por cada um de nós não é mesmo?

Adriano Toledo
Detentor do título de o mais nerd deste site... (Não tão) Profundo conhecedor de Quadrinhos, Games, Cinema, Literatura Fantástica e outras loucuras....
  • Thais Xavier

    No geral eu gostei do filme. Porém, minhas expectativas estavam muito altas e elas não foram supridas. Não teve nenhum momento no filme que me fez prender a respiração, para mim não teve climax, tudo muito óbvio. Mas acredito que o caminho que a DC está tomando, de filmes mais densos e complexos em comparação a Marvel, seja bom (pelo motivo que o Nito disse abaixo). O filme renovou minhas expectativas para os próximos filmes da DC.

  • WirisSiqueira

    O filme é tudo que eu esperava. Não vi algo que fosse tão alarmante ao ponto de o massacrarem tanto. A única coisa que me incomodou um pouco foi alguns cortes, só isso. Mas, como toda crítica que eu vi, o problema não é o filme, é o Snyder. Esse é o problema. Sei que muitos não gostam do seu estilo, eu particularmente gosto muito, mais isso não convém julgar o filme.
    Já que os universos não são os mesmos, tanto a DC, como a Marvel, querem deixar a sua marca. Tenho certeza que elas querem ser reconhecidas por essa diferença, nenhuma quer seguir algo que já foi feito e todo mundo já viu. A Marvel tem o seu jeito dirigir os seus filmes, e seu universo, e isso todo mundo já conhece, mas quando a DC vem com algo novo, querendo deixar a sua marca, não buscando a semelhança, as pessoas falam. Agora eu fico imaginando, será que a DC buscasse fazer algo parecido como a Marvel será que as pessoas iriam falar? Claro! Apenas julguem o filme como ele é, e não coloque a culpa no seu estilo.

  • O filme é bom, mas muito denso, muito arrastado e ate diria mal encaixado, a cena do Flash não se encaixa com nada, a cena que a Mulher-Maravilha vê os arquivos que o Batman enviou pra ela deveria ser algo pro final do filme, daria uma boa cena pós-crédito junto com a cena do Batman indo ver o Lex na prisão, a cena do deserto foi a pior junto com a cena da perseguição do batmóvel e eles realmente entregaram o vilão do filme nos trailers o que foi uma pena.

    • Concordo. Acho q o filme tem muita gordura. A cena do Flash é totalmente dispensável. Observe que se essa cena não ocorresse não faira diferença nenhuma. Eu gosto desse Superman e gostei do Batman. Mas eu acho que o filme não é bem ligado. A densidade do filme não é bem costurada. Parece que vai explodir sua cabeça com sua “densidade” e ai o Snyder desiste. Sempre assim. Frustrado por ficar sempre no quase.

  • Pra mim uma das grandezas do filme é não seguir a receita da simplicidade da Marvel, deixando o filme mais denso e mostrando que a DC quer uma receita diferente pra seu universo cinematográfico. Não é um filme perfeito, mas espero que eles não mudem o estilo, pois se mudarem teremos filmes de heróis sempre iguais.

Top