[CINEMA] Ponte dos Espiões

Depois de alguns deslizes na carreira – se é que podemos chamar Lincoln e Cavalo de Guerra de deslizes – Steven Spielberg volta a dosar muita bem o drama, o suspense e a guerra no seu novo filme, Ponte dos Espiões (Bridge of Spies, 2015, EUA).

A história gira em torno de James Donovan (Tom Hanks), um tímido advogado de seguros. As coisas mudam quando ele se vê envolvido na defesa do espião britânico comunista Abel (Mark Ryklance). O julgamento é mera formalidade. Todos sabem o destino dos comunistas: morte. Mas Donovan acredita em um julgamento justo e decide defender verdadeiramente o comunista Abel. Apesar de Abel ser condenado, Donavan consegue um acordo para que não seja aplicada a pena de morte com a justificativa de uma eventual troca de reféns no futuro. Algo que se mostra uma sábia decisão.

| Spielberg quer voltar a ser Spielberg!

Spielberg faz uma parceria de roteiro com os Irmãos Coen, que colaboram no excelente tom de suspense, digno dos bons filmes sobre a Guerra Fria; o filme não conta com um sentimentalismo barato, ao retratar a história de Donovan e sua família. O drama familiar é deixado de lado para que um bom filme possa acontecer. Escolhendo esse caminho, a direção de Spielberg ganha mais destaque. É impressionante notar a destreza do diretor em dirigir tão bem personagens secundários. A cada novo personagem que aparece, há a impressão de roubar a cena do sempre ótimo Tom Hanks.

O trailer não faz jus ao filme, vendendo um daqueles filmes chatos, feitos para beliscar algum Oscar™.  No final, Spielberg consegue criar interesse para a película.

Leonardo Agrelos
Se acha um host, mas não sabe houstear. Se acha um podcaster, mas tem a linguá presa. Se acha um nerd, mas nunca terminou de ler O Senhor dos Anéis. Se acha um escritor, mas sempre procura no Google como se escreve impeachment. Entre tantos achismos uma certeza, a de que tem que melhorar como pessoa para parecer menos com um babaca.
http://www.pupilasembrasas.com.br
Top