Cinegoga#22 – Coração Valente: de pé pela justiça

ITUNES ASSINE

No épico filme Coração Valente, encontramos uma Escócia dividida. Aproveitando sua vulnerabilidade, o rei Edward I, da Inglaterra, invadiu e ocupou a terra. Ele apaziguou os governantes escoceses, que nada faziam enquanto os nobres ingleses oprimiam o povo comum. Esses nobres também recebiam o escandaloso privilégio de passar a noite de núpcias com todas as noivas escocesas.

Quando Willian Wallace, filho de um nobre escocês, se apaixona pela amável Murron, eles se casam secretamente para evitar que ela fosse violentada. Um nobre inglês descobre, porém, e faz com que o xerife local a execute publicamente. Willian fica tão furioso que conduz os aldeões para derrubarem a guarnição e incendiarem o castelo. Em seguida, todos os escoceses se levantam atrás deles em revolta declarada.

William derrota os Ingleses em uma série de batalhas épicas, mas os nobres escoceses, sem quererem perder seus conforto e status social, se recusam a juntarem-se a ele. Ainda por cima, dois desses nobres traem William e o herdeiro do trono da Escócia ainda captura William e o entrega aos ingleses. Willian é torturado, mas não desiste de suas convicções. Ele morre aos gritos de, “Liberdade!”. Felizmente, um jovem idealista, filho do herdeiro escocês, retoma a batalha de William e expulsa os ingleses de suas terras.

Na Bíblia, os fracos e divididos israelitas eram frequentemente conquistados por invasores estrangeiros, que ocupavam suas terras e os oprimiam. Deus repetidamente levantou corajosos líderes que conduziam o povo à expulsão desses opressores. Alguns exemplos são Sansão, Gideão, e Jefté, mas o que mais se aproxima do exemplo de William Wallace foi Baraque. Embora algumas tribos como a de Issacar e Zebulom arriscavam suas vidas para lutarem por ele, muitas tribos israelitas como Aser, Dã e Gileade, assim como os nobres escoceses, ficaram em suas casas e se recusaram a lutar.

Deus ainda busca hoje por bravos homens como Baraque e bravas mulheres como Débora que se levantem e digam, “Chega!”. Que andem pelo mundo dispostos a mostrarem o exemplo divino para que outros os sigam. Que quando o chamado de Deus chegar, se levantem, façam a diferença, e mudem as coisas que precisam ser mudadas.

Peça a Deus para lhe dar coragem para ser uma dessas pessoas, e que quando Deus chamar, possamos estar prontos e dispostos a servi-lo.

itunes cine

Top