Pupilas em Brasas #85 – Lost: O Trajeto e o Caminho

Estávamos perdidos, mas voltamos.

Dessa vez Léo Agrelos, Adriano Toledo, Tio NoobFillipe Rocha e Nito Xavier, desbravam uma série que marcou a televisão mundial, com seus mistérios ao mesmo tempo que destruiu as cabeças com seu final.

Pegue seu pacote de Bureka  sua limonada e aperte o play, mesmo que o final não seja o esperado.

Nossas redes: Facebook|Instagram|Twitter

Nito Xavier
Professor apaixonado pela profissão, cristão entusiasta, criador de teorias fracassadas e como diria minha mãe: falador de abobrinhas.
http://pupilasembrasas.com.br
  • As pessoas que se apegaram mais aos personagens foram as que mais curtiram a série, choraram suas perdas e celebraram sua jornada. As que foram menos emocionais e se apegaram aos mistérios da ilha, acabaram frustrados, e com razão. Eu sou do primeiro grupo e amei LOST. Já havia assistido uma vez sozinho e depois que me casei assisti com a esposa. Após ouvir o Podcast me animei e comecei a terceira, agora com meu garoto de quase 13 anos… Culpa de vocês.

    Rodrigo Oliveira – Resistência Podcast

  • Felipe Barbosa
  • Lost foi a série que me fez começar a ver séries. Aquela ideia de acompanhar e inclusive “alugar na Internet” as séries para assistir sem ter que esperar chegar no Brasil começou com Lost. Nas últimas temporadas, começou a passar com poucos dias de atraso no AXN Brasil, ai não precisei mais recorrer a esse método. Mas é graças ao Lost (não sei é bom ou ruim) que hoje eu assisto diversas séries.

    Também sou dos que não gostaram do final. Mas como foi comentado, não é porque o final é ruim, mas porque não correspondeu às minhas expectativas. Eu esperava algo diferente. Não, esse diferente não é a teoria de que foi tudo um sonho de um cachorro haahahah

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Lara Liz

    Nossa, estava terminando de ver a série quando vcs lançaram o cast! 3 ª e 4ª temporada pra mim foram as mais emocionantes. Vale a pena reflexionar na vida dos personagens, sua evolução ao longo das mais enigmáticas situações, as problemáticas éticas e morais , a questão religiosa vez ou outra, etc. Meus personagens favoritos são Hugo, Sawyer, Sun e Desmond- os mais normais e carismáticos da série ao meu ver, brother. Sensacional , de verdade marcou a cultura pop e às mentes dos fãs até hoje!!!

Top