Pupilas em Brasas #90 – 3% Netflix: O Mérito Não é Seu

Muito bem galera.

Não foi por mérito, mas por misericórdia dos ouvintes que chegamos na casa dos 90 podcasts.
Sendo por mérito ou não, Léo Agrelos, Thais Xavier e Franklin Almeida, do Achando Graça, participaram do processo e voltaram para contar o que acharam.

E você, acredita no sistema de meritocracia? Acredita no seu potencial para alcançar o inalcançável? Vem com a gente e não deixe de colocar nos comentários o que você acredita. Ficar tranquilo, isso não é uma prova.

Nossas redes: Facebook| Instagram| Twitter

Leonardo Agrelos
Se acha um host, mas não sabe houstear. Se acha um podcaster, mas tem a linguá presa. Se acha um nerd, mas nunca terminou de ler O Senhor dos Anéis. Se acha um escritor, mas sempre procura no Google como se escreve impeachment. Entre tantos achismos uma certeza, a de que tem que melhorar como pessoa para parecer menos com um babaca.
http://www.pupilasembrasas.com.br
  • Gui Sah Laurinha Benz

    Para mim essa serie foi uma surpresa, por mais que seus efeitos pareçam e muito novela da record
    a historia é muito boa…
    E faz pensar sobre essa sociedade meritocrática que vivemos…
    Gostei do titulo do cast tbm… e realmente nós como cristãos sabemos que nós não temos meritos nenhum…
    Um abraço a todos…aaaaa e um aviso a todos fiquem longe do grupo do whats do pupilas… Só tem loco la 😛

  • Igor Reis

    Olá pupileiros. Gostei muito da séria quando saiu. Principalmente, porque não segue o padrão brasileiro. Depois do hype, a série se tornou mediana. Figurinos e atuações deixaram a desejar.
    Falando em Meritocracia, eu não vejo preto no branco, vejo um cinza. Eu acredito que estamos em um mundo injusto, entendo que existem pessoas que subiram na vida com seus esforços e outras não. Tem um vídeo famoso de Aírton Senna que fala sobre isso.
    Mesmo sendo contra a meritocracia, temos que ser contra a mediocridade. A gente não pode deixar de orientar aquele irmão que diz que ganha pouco, porque Deus quer. Nunca corre atrás de melhorar de vida e culpa a Deus por isso. Eu acredito que Deus quer que busquemos sempre melhorar de vida, de maneira honesta.
    Nós não somos merecedores da graça de Cristo. Não importa o que façamos, isso não nos salvará. Não temos mérito. Somos salvos somente pela fé. Mas isso não quer dizer que depois que aceitei a graça de Jesus, estou salvo para sempre, independente do que eu faça com minha vida no momento em que eu aceitei. O capítulo 2 do livro de Tiago fala sobre isso. O verso sete diz +/- assim: “A fé sem obras é morta”. Do que adianta estar salvo por Jesus e não amar o próximo ou fazer o que Deus me pede? Em João 14:15 Jesus diz o seguinte: Se vocês me amam, guardem os meus mandamentos. Não obedecemos à Deus para sermos salvos. Obedecemos porque aceitamos a graça de Cristo, estamos salvos e fazemos isso para vivermos em mundo melhor.

    P. S. 1: Se fosse para explicar esse ponto de vista de Tiago. Eu teria que escrever muito mais.

    P. S. 2: Vídeo de Aírton Senna

  • Audrey Oliveira

    Amigos, eu acho que essa série fala muito da nossa sociedade que é muito meritocrática, mesmo dizendo que não e mesmo não funcionando essa meritocracia.
    Nós somos criados desde crianças para sermos os melhores. Para conseguir um melhor cargo, mais dinheiro, passar no vestibular e etc. Muitos ficam doidos com isso, conheço pessoas que acreditam piamente em meritocracia sem perceber.
    Não acredito em meritocracia, principalmente porque nós estamos num país em que nós vemos que é mais fácil as pessoas chegarem a ter algo sendo “espertas” e “passando a perna nas outras” do que realmente fazendo por merecer.
    Não existe meritocracia nem nesse mundo e nem no por vir. E dou graças a Deus por isso! Se tivéssemos que fazer coisas para merecer a salvação estaríamos completamente ferrados, eu sei que eu estaria. Imagino que se eu não enlouquecesse tentando ser a pessoa perfeita merecedora da salvação, eu simplesmente iria chutar o balde e viver o que resta da minha vida sem pensar onde iria dar.
    Nós nunca seriamos capazes de alcançar a salvação, por isso sou grata todos os dias pelo maravilhoso plano divino da salvação.

  • Eu curti muito a série. Ignorei qualquer questão de crítico de cinema e abracei a trama. Indiferente das atuações, figurino e blábláblá, fiquei querendo uma segunda temporada. Quero conhecer o Maralto.
    E para aqueles que compararam com Jogos Vorazes, eu não consigo engolir essa. As tramas são muito diferentes. Em Jogos Vorazes nós temos “castas” e tals, assim como em Divergente, mas em 3% nós temos o povão, e aqueles que passaram para o lado de lá. A premissa é bem diferente.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Fala galera…
    Vocês começaram falando tão mal da produção da série, que perdi toda a vontade de assistir, depois falaram da temática deles e tive vontade novamente…
    Acho que vou ver se consigo o mérito pra assistir…

    [primeiro comentário aqui]

    • Assisti cara, vale à pena. E são poucos episódios, passa rápido. Rss

      • eu assisti o primeiro, achei que poderia ser interessante, mas sempre que tenho que escolher entre 3% e qualquer outra série acabo escolhendo a outra série…

        vou ver se consigo fazer uma maratona…

        valeu

Top