Pupilas De Segunda #79 – A Guerra na Cultura Pop

Muito bem galera! Voltamos com mais um episódio bombástico!

Neste Pupilas de Segunda Adriano Toledo e Igor Reis discorrem sobre obras marcantes da cultura pop que tratam de guerra! Do cinema aos vídeo-games, relembre conosco de peças icônicas e não se esqueça de deixar os seus preferidos nos comentários!

PARTICIPE DA NOSSA PESQUISA E CONCORRA A UMA CANECA

Adriano Toledo
Detentor do título de o mais nerd deste site... (Não tão) Profundo conhecedor de Quadrinhos, Games, Cinema, Literatura Fantástica e outras loucuras....
  • Maylson Fernandes

    Vamos falar de guerra então… um dos melhores filmes de guerra que vi foi, “Resgate do Soldado Ryan”, que detêm os 20 primeiros minutos mais violentos DA HISTÓRIA do cinema, (acho que ainda tem esse título…rs). Mas como não falar de Falcão Negro em Perigo, A Lista de Schindler, Círculo de Fogo, Sniper Americano (foi mal não citar nenhum de 2017, até porque não vi Dunkirk e não gostei muito do “gospel Até o Último Homem).

    Agora em Games de guerra…em minha humilde opinião, BF 4 (atualmente até estou jogando um campeonato com o clã) e BF 1 são muito melhores que qqr um COD… justificando… é porque os considero como simuladores de guerra. MAS, cada um escolhe o que mais gosta. Vale citar também um antigo jogo de guerra, de 1998, chamado Commandos.

    Até + povo
    Maylson Fernandes

    • Igor Reis

      Caraca! Como eu esqueci de Commandos? Jogaço!

  • Não tem filme/série de guerra melhor que Band of Brothers. É incrível como eles conseguem passar todo o drama vivido ao ponto de nos envolver na história. Claro que temos outros exemplos bons, como o clássico Resgate do soldado Ryan, mas Band of Brothers é bom demais.
    Sobre games de guerra, não me recordo de vocês terem falado do clássico Age of Empires. Esse é clássico dos clássicos ahahahahah

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Irving Reis

    Inexpertus enim dulcis est pugna (A guerra é doce para quem não a experimentou). – Vegécio

    Essa é uma das frases que aparece na tela de carregamento de um dos meus jogos favoritos, o Rome: Total War. Assim como COD, sempre aparece alguma mensagem para refletirmos enquanto esperamos, e essa é uma das que mais gosto.

    Para nós que nunca experimentamos a guerra ficamos maravilhados com a adrenalina ou nossa capacidade quando vemos, lemos, jogamos, etc, algo com essa temática, mas nunca precisamos nos esquecer de que, embora às vezes seja um mal menor, a guerra sempre é algo mau, que vidas serão tiradas, muitas vezes de forma imoral, crimes serão cometidos, pessoas perderão aqueles que amam, seus lares, suas esperanças…

    Espero que elas fiquem apenas na ficção, e nunca na realidade. Se isso fosse possível, o mundo com certeza seria um lugar menos ruim.

    Vcs abordaram várias obras em que há guerra, e de fato faltaram várias, o que apenas prova o quanto isso é marcante na história humana.

    Continuem com o bom trabalho. Valeu.

  • Olá amigos Pupilekes!
    Vcs falaram de várias coisas,eu queria comentar sobre todas.Mas foi nas duas coisas que são mais de valor sentimental para mim:Primeiro é band of brothers,nossa cara,que coisa linda esse Box,tenho orgulho de dizer que tenho na minha estante.Costumo dizer que em BOB vc pega mais nojo da guerra,mas ainda acredita na bondade do homem.Desafio alguém ver completo sem chorar em algum momento.A segunda coisa é MAUS.TENSO,PESADO,CLAUSTROFÓBICO,ANGUSTIANTE,essas são palavras para descrever essa obra prima dos quadrinhos independentes.É tão perfeito de um jeito,que o Art ganhou um premio pulitzer pela obra,eles criaram a categoria apenas para premiar o Art,aconselho todo ser humano a ler e se possível ter na sua estante.Eu tenho rsrs….Abraços amigos.

    • Igor Reis

      O nome do quadrinho é “MAUS.TENSO,PESADO,CLAUSTROFÓBICO,ANGUSTIANTE”?
      Não me liguei

Top