Pupilas De Segunda #82 – O Mundo Bizarro de H.P. Lovecraft

Muito bem galera! Voltamos com mais um episódio perturbador!

Adriano Toledo, Nito Xavier e Igor Reis recebem o convidado Thiago Lee do Curta Ficção para falar da vida e obra de H.P. Lovecraft!

Tente entender conosco como tanta bizarrice pode vir de um ser humano só e não se esqueça de comentar quais foram suas experiências com a obra desse autor.

Nossas Redes: Facebook| Instagram| Twitter

Comentado no cast:

Livro Guerras Cthulhu a venda nos links abaixo:

Versão física

Versão digital

PARTICIPE DA NOSSA PESQUISA E CONCORRA A UMA CANECA

Adriano Toledo
Detentor do título de o mais nerd deste site... (Não tão) Profundo conhecedor de Quadrinhos, Games, Cinema, Literatura Fantástica e outras loucuras....
  • Fala galera, parabéns pela escolha do tema deste cast.

    Realmente existem coisas bizarramente maravilhosas na obra de Lovecraft e maior prova de sua relevância para a literatura de horror/terror/bizarro pode ser verificada na influência dele nos escritores que vieram em seguida; caso do mestre Stephen King (que na minha singela opinião é a prova viva de que o aluno às vezes supera o mestre).

    Só gostaria de fazer uma ressalva: vocês reclamaram de alguém que assiste o filme fazendo comentários durante a exibição e que ele deve parar de fazer isso. Só que vocês acabam fazendo algo parecido quando colocam a “leitura de comentários” durante a exibição do podcast. Isso incomoda um pouco, por que se eu me dei o trabalho de assinar e baixar este episódio específico é por que eu quero ouvir sobre o tema (óbvio). Além do fato de que nem todos os ouvintes ouvem todos os episódios e, assim como eu, ficam boiando na leitura de comentários de episódios anteriores.

    Acho interessante quando alguns podcasts colocam esse bloco de feedbacks e comentários no início do episódio (avisando em qual minuto começa realmente o cast), como o Nerdcast, ou no final no episódio, onde só quem realmente se interessar fica pra ouvir a opinião dos ouvintes, como no caso do PADD Podcast. Bom, fica a minha sugestão.

    No mais, muito legal o episódio. Que venham outros sobre autores de relevância.
    Abração.

    Rodrigo Oliveira – Resistência Podcast

    • Mano, valeu pelo comentário.

      Esclarecendo o fato dos comentários o Pupilas de Segunda surgiu para fazermos esse feedback com nossos ouvintes (do Pupilas em Brasas, que é nosso podcast principal). Mas acaba acontecendo sempre de ouvintes chegarem direto aqui de ido alguns temas que são tratados.

      Vamos lembrar de avisar sempre no início que é um cast com foco em feedbacks.

      • Ah, desculpe então. Não sabia que essa era a pegada do Pupilas de Segunda, até pq ele tinha um tema, né? Mas, beleza.
        Abração.

        • No inicio isso era mais evidente, mas com o tempo relaxamos no bate papo com os ouvintes que esquecemos de avisar e deixar isso exposto nos títulos.

          • Não, tranquilo. Eu entendi. Na verdade eu é que não havia entendido a pegada, pq ouço a pouco tempo : )
            Mas o cast é bom. Eu curti bastante.

  • Nunca li Lovecraft, mas já ouvi falar muito dele. Mas muitos dos filmes que vocês comentaram eu já assisti. Posso dizer que curto Lovecraft sem nunca ter lido?

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Edy Wilson

    Na minha cabeça maluca Lovecraft e HG wells eram a mesma pessoa kkk, obrigado por me tirarem dessa ignorância , e apesar do gênero de terror não ser meu favorito , pq eu tenho muito medo dessas coisas , tem que se reconhecer a importância que caras como Lovecraft, Tolkein, Lewis , Allan Poe e o própio wells ( tô citando uma galera mesmo sabendo que nem todos são do terror , mas pela importância )e outros tiveram para o desenvolvimento de muitas coisas que gostamos hoje.
    PS: Fiquei imaginando como seria o país das piadas ruins kkk
    PS:2 Vou tentar ser mais frequente nos comentários May the 4th be with you pupileiros , nos vemos numa galáxia distante 😉

  • Olá amiguitos bonititos! Então gente,num curto muito terror,tem um ou outra obra que gosto(tipo REC) mas não sou muito fã do gênero.Mas sempre que ouço falar sobre a Impressora do Amor fico imaginando como as noites desse garoto deviam ser longas.Coitado cara,devia ter pesadelos toda noite.Quando fiz umas sessões de terapia com um psicanalista para parar de ter uns pesadelos um dos conselhos dele foi sempre falar sobre o pesadelo em si.No caso da impressora do amor,Creio que a única forma de amenizar(ou não) seus pesadelos era escrevendo.Abraços a todos e saudades.

Top