Os Ventos de Mudança: Oscar 2018

2014: 12 Anos de Escravidão leva o Oscar de Melhor Filme, Lupita Nyong’o  de Melhor Atriz Coadjuvante e todos ficamos emocionados com esse momento histórico para nenhum cinéfilo pôr defeito. Mas quem poderia esperar que as próximas duas edições da premiação seriam marcadas mais uma vez pelo retrocesso? Público e

Desejos para 2018: #Time’sUp

Todo começo de ano gostamos de falar sobre o futuro, novidades e desejos de esperança. Mas antes de falar sobre isso, gostaria de uns minutinhos para falar com vocês sobre o tempo que passou. Esse que aconteceu há tão pouco! Vamos lá? A segunda metade de 2017 foi um soco no

Por que somos NERDS?

Vocês já se perguntaram como aconteceu ou desde quando são nerds? Eu nunca tinha me feito essa pergunta até resolver escrever sobre isso! Comecei a retrospectiva e fui parar nos sábado pela manhã dos anos 90, assistindo o desenho de Street Figther com meu irmão mais velho, antes dele ligar o

[Análise] Doutor Estranho, Entre Outros.

PONTO SEM SPOILER Uma coisa interessante que o filme gira em torno de um complexo mirabolante, de ideias que se consomem em buracos (fendas) bombardeadas em magias, em um entra e sai de portais, realidades espelhadas, reproduzidas por produtos finais de uma série de começos infindáveis para loucura dos nerds de

Happy Feet Não Serviu de Nada

Há dez anos atrás, George Miller trazia para o cinema a fofura em forma de pinguim. Com uma história que se inicia como um clássico documentário sobre o Reino Animal – tamanha a sua qualidade técnica – evolui para uma grande aventura. Happy Feet até hoje é lembrado como um grande

O Homem Irracional: Valores invertidos

Preciso confessar. Passei uma vida de filmes sem nunca ter assistido nada do Woody Allen. Eu sei, "shame on me", uma lacuna na minha vida. Mas que foi preenchida recentemente, ou pelo menos começou a ser. O Homem Irracional (Irrational Man, 2015) sua mais nova obra, como sempre idealizada, dirigida e

John Oliver critica telereligiosos e cria uma religião isenta de impostos para desafiar a regulamentação

John Oliver em seu show semanal da HBO, Last Week Tonight, fez duras críticas sobre os religiosos da televisão que são isentos de impostos e pregam o evangelho da prosperidade, prometendo que quanto maiores as doações, maiores as bençãos e retorno financeiro. Oliver já é conhecido por não poupar nada nem ninguém, já

Uma Boa Mentira.

Recentemente esse filme foi muito indicado nos blogs que destacam esses filmes mais independentes. O fato de ter participado do Festival Internacional de Toronto e de Reese Whiterson ter sido indicada ao Oscar com certeza ajudaram a colocar o filme no radar. O filme conta a saga real de cinco irmãos

Top